Conheça algumas das enfermidades e doenças causadas pelo cigarro, maléficas para a sua saúde bucal :

Por que fumar pode levar à gengivite?

Doenças causadas pelo cigarro surgem pelo uso de produtos à base de tabaco, dentre elas, as doenças da gengiva, por afetar a fixação do osso e o tecido mole para seus dentes. Mais especificamente, fumar interfere na função normal das células do tecido da gengiva.

Esta interferência faz com que os fumantes estejam mais suscetíveis a doenças causadas pelo cigarro tais como a doença periodontal, que também prejudicam o fluxo sanguíneo para as gengivas, o que pode afetar a cicatrização de feridas.

Todo tipo de fumo causa doenças dentárias?

Sim. Assim como cigarros, cachimbos e charutos também causam doenças bucais afetando a saúde dental.

De acordo com os resultados de um longo estudo de 23 anos os fumantes de charutos experimentam a perda do alvéolo dentário e a perda óssea (perda óssea no maxilar que ancora dentes) com taxas equivalentes às de fumantes de cigarro.

Fumantes de cachimbo também têm fazem parte do grupo de classificação dad doenças causadas pelo cigarro, como por exemplo, por estarem expostos ao semelhante risco de perda dentária como todo fumante de cigarro.

Além destes riscos, cachimbos e charutos também causam aos seus fumantes o risco de câncer de boca e faringe (garganta).

Mesmo que eles não inalem a fumaça, além de outras consequências orais, causam mau hálito, dentes manchados e o aumento do risco de periodontite (doença da gengiva).

 

Então quer dizer que produtos à base do tabaco sem fumaça são seguros ?

Não. Assim como charutos e cigarros, produtos de tabaco mesmo sem fumaça (rapé e fumo de mascar por exemplo) contêm pelo menos 28 produtos químicos que têm mostrado tendência para o risco de câncer de boca, câncer de garganta e esôfago.

Na verdade, fumo de mascar contém níveis mais elevados de nicotina do que de cigarros, tornando mais difícil parar de fumar do que os cigarros. E uma lata de rapé possui mais nicotina do que mais de 60 cigarros.

Além do mais, o tabaco sem fumaça pode irritar o seu tecido gengival, causando o recuo e o afastamento entre os dentes. Uma vez que o tecido da gengiva recua as raízes dos dentes se tornam expostas, criando um risco aumentado de cárie dentária.

Raízes expostas também são mais sensíveis à temperaturas tanto frias quanto quentes além de outros fatores irritantes, tornando desconfortável no beber e no comer. Além disso, os açúcares, que são muitas vezes adicionados para melhorar o sabor do tabaco sem fumaça, pode aumentar ainda mais o risco de cárie dentária.

Um estudo publicado no Journal of the American Dental Association mostrou usuários que mascam tabaco foram quatro vezes mais propensos que os não usuários de desenvolverem cárie dentária e outras doenças causadas pelo cigarro e seus derivados.

Tabaco sem fumaça também contém tipicamente areia e outros detritos, que podem desgastar os dentes.

abandonar-cigarro

Abandone o hábito de fumar

Independentemente de quanto tempo você faz uso de derivados do tabaco como cigarros, parar agora pode reduzir muito os sérios riscos para a sua saúde e outras doenças causadas pelo cigarro .

11 anos após parar de fumar, o risco de ex-fumantes desenvolverem periodontite não foi diferente das pessoas que nunca fumaram. Reduzir a quantidade que se fuma já é um bom começo.

Um estudo descobriu que fumantes que reduziram o hábito de fumar menos de meio maço por dia tinham apenas três vezes o risco de desenvolverem doença de gengiva e outras doenças causadas pelo cigarro, em comparação com os não fumantes.

Outro estudo publicado no Journal of the American Dental Association constatou que uma boca com lesão de leucoplasia foi completamente sarada dentro de 6 semanas após 97,5% dos pacientes pararem de fumar derivados de tabaco sem fumaça. Algumas estatísticas apresentam outras sérias razões para parar de fumar.

Elas afirmam que, cerca de 90% das pessoas que desenvolvem câncer da boca, lábios, língua, garganta é por fazer uso de tabaco, cigarros, etc, sofreram o risco de desenvolverem esses tipos de cânceres aumentado devido à quantidade fumada ou mastigada.

Fumantes são seis vezes mais propensos do que os não fumantes a desenvolverem esses tipos de câncer :cerca de 37% dos pacientes que voltam a fumar após aparente cura de seus cânceres voltam a desenvolver um segundo câncer da boca, lábios, língua e garganta, em comparação com apenas 6% das pessoas que param de fumar.

Como posso deixar de fumar ?

Para parar de fumar é uma virtude que o seu dentista ou médico pode ajudá-lo e orientá-lo em como diminuir o desejo por nicotina com medicamentos tais como goma de nicotina dentre outros.

Alguns destes produtos podem ser adquiridos em farmácias e outros exigem receita médica.

Aulas de cessação do tabagismo e grupos de apoio são muitas vezes utilizados em conjunto com a terapia medicamentosa.

Estes programas são oferecidos através de hospitais e ong’s locais em sua comunidade e, por vezes, através de seu empregador ou seguro saúde particular ou da empresa.

Pergunte ao seu médico ou dentista para obter informações sobre programas similares que possam estar familiarizado.

 

Gostou deste artigo ? Por favor, compartilhe !

Gostou deste conteúdo ?

Avalie !

Classificação média 0 / 5. Número de votos 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.