Descubra 20 Diferenças entre Consórcio Imobiliário e Financiamento Imobiliário 5 (1)

Descubra 20 Diferenças entre Consórcio Imobiliário e Financiamento Imobiliário 5 (1)

Quando se trata de adquirir um imóvel, existem diferentes opções disponíveis no mercado. Duas das opções mais comuns são o consórcio imobiliário e o financiamento imobiliário. Embora ambos possam ajudar as pessoas a alcançarem o sonho da casa própria, existem algumas diferenças importantes entre eles. Neste artigo, vamos explorar 20 diferenças entre o consórcio imobiliário e o financiamento imobiliário.

1. Forma de aquisição

No consórcio imobiliário, os participantes formam um grupo e contribuem mensalmente com um valor para a formação de uma poupança coletiva. Já no financiamento imobiliário, o banco ou instituição financeira empresta o valor necessário para a compra do imóvel.

2. Juros

No consórcio imobiliário, não há a incidência de juros. Já no financiamento imobiliário, os juros são aplicados sobre o valor emprestado.

3. Prazo

O consórcio imobiliário geralmente possui prazos mais longos, podendo variar de 120 a 180 meses. Já no financiamento imobiliário, o prazo pode ser mais curto, geralmente de 360 meses.

4. Aprovação de crédito

No consórcio imobiliário, não é necessário passar por uma análise de crédito. Já no financiamento imobiliário, é necessário comprovar a capacidade de pagamento e passar por uma análise de crédito.

5. Utilização do crédito

No consórcio imobiliário, o crédito só pode ser utilizado para a compra de imóveis. Já no financiamento imobiliário, o crédito pode ser utilizado para a compra de imóveis, construção, reforma, entre outros fins.

6. Parcelas

No consórcio imobiliário, as parcelas são fixas e não há a incidência de juros. Já no financiamento imobiliário, as parcelas podem variar de acordo com o valor emprestado e os juros aplicados.

7. Contemplação

No consórcio imobiliário, a contemplação ocorre por meio de sorteios mensais ou lances. Já no financiamento imobiliário, a aprovação do crédito é feita de forma imediata.

8. Flexibilidade de pagamento

No consórcio imobiliário, é possível antecipar parcelas ou até mesmo quitar o saldo devedor antes do prazo estipulado. Já no financiamento imobiliário, é possível realizar o pagamento antecipado, mas podem ser aplicadas multas ou taxas.

9. Reajustes

No consórcio imobiliário, as parcelas são reajustadas de acordo com o índice estabelecido em contrato. Já no financiamento imobiliário, as parcelas podem ser reajustadas de acordo com a variação da taxa de juros.

10. Grupo de participantes

No consórcio imobiliário, os participantes formam um grupo com interesses em comum. Já no financiamento imobiliário, não há a formação de grupos.

11. Taxas

No consórcio imobiliário, podem ser cobradas taxas administrativas. Já no financiamento imobiliário, podem ser cobradas taxas de juros, seguros e tarifas bancárias.

12. Flexibilidade de uso do imóvel

No consórcio imobiliário, o imóvel só pode ser utilizado pelo contemplado após a sua aquisição. Já no financiamento imobiliário, o imóvel pode ser utilizado imediatamente após a assinatura do contrato.

13. Requisitos para participação

No consórcio imobiliário, não há requisitos específicos para participar, além do pagamento das parcelas. Já no financiamento imobiliário, é necessário comprovar renda e apresentar documentos para a análise de crédito.

14. Riscos

No consórcio imobiliário, existe o risco de não ser contemplado durante o prazo estabelecido. Já no financiamento imobiliário, o risco está relacionado ao pagamento das parcelas e à possibilidade de inadimplência.

15. Possibilidade de investimento

No consórcio imobiliário, é possível utilizar o valor do crédito para investir em outros negócios. Já no financiamento imobiliário, o valor é destinado exclusivamente para a aquisição do imóvel.

16. Flexibilidade de escolha do imóvel

No consórcio imobiliário, o participante tem a flexibilidade de escolher o imóvel desejado após a contemplação. Já no financiamento imobiliário, é possível escolher o imóvel antes mesmo da aprovação do crédito.

17. Propriedade do imóvel

No consórcio imobiliário, o participante só se torna proprietário do imóvel após a contemplação e a quitação do valor. Já no financiamento imobiliário, o imóvel é adquirido imediatamente após a assinatura do contrato.

18. Rescisão do contrato

No consórcio imobiliário, é possível solicitar a rescisão do contrato a qualquer momento, porém, podem ser aplicadas algumas penalidades. Já no financiamento imobiliário, a rescisão do contrato pode gerar a perda do imóvel.

19. Garantias

No consórcio imobiliário, não é necessário apresentar garantias para participar. Já no financiamento imobiliário, é comum a exigência de garantias, como alienação fiduciária do imóvel.

20. Renda mínima

No consórcio imobiliário, não é exigida uma renda mínima para participar. Já no financiamento imobiliário, é necessário comprovar uma renda mínima para a aprovação do crédito.

Agora que você conhece as principais diferenças entre o consórcio imobiliário e o financiamento imobiliário, fica mais fácil escolher a opção que melhor se adequa às suas necessidades e possibilidades. Lembre-se de analisar cuidadosamente cada uma delas antes de tomar uma decisão e contar com o auxílio de profissionais especializados para te orientar durante o processo de aquisição do seu imóvel.

 

CONHEÇA O CONSÓRCIO DE IMÓVEL PORTO SEGURO

Como funciona o Consórcio de Imóvel de 1 milhão? 5 (1)

Como funciona o Consórcio de Imóvel de 1 milhão? 5 (1)

O que é um Consórcio de Imóvel? O Consórcio de Imóvel é uma modalidade de compra programada, onde um grupo de pessoas se une com o objetivo de adquirir um imóvel. Cada participante contribui com uma parcela mensal, que é utilizada para formar um fundo comum. Através...

You cannot copy content of this page